Autoridades militares ucranianas foram acusadas de sexismo e misoginia.

As autoridades militares ucranianas foram acusadas de sexismo e misoginia após dezenas de recrutas femininas terem sido obrigados a desfilar de saltos altos nos preparativos para a parada militar que visa assinalar os 30 anos de independência do país.


больше @ cmjornal.pt